| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Surdo News
Desde: 23/05/2003      Publicadas: 23      Atualização: 13/06/2003

Capa |  Associações e Escolas  |  Chat  |  Colaboradores  |  Feneis  |  Notícias  |  Serviços


 Notícias

  01/06/2003
  0 comentário(s)


Surdos agora têm dicionário ilustrado da Língua Brasileira de Sinais

As pessoas surdas, finalmente, podem contar com o Dicionário Enciclopédico Ilustrado Trilíngüe da Língua de Sinais Brasileira

<b>Surdos agora têm dicionário ilustrado da Língua Brasileira de Sinais</b> O dicionário, em dois volumes, tem cerca de 810 páginas cada um, os sinais da libras (língua brasileira de sinais), correspondentes a 9.500 verbetes, enriquecidos por dezenas de milhares de ilustrações. A obra fornece descrições minuciosas da forma exata como cada sinal é articulado, com ilustrações que retratam precisamente a articulação das mãos, o local de articulação, a expressão facial associada, além dos movimentos das mãos, que são representados em estágios de execução acrescidos de setas.
Além disso, o dicionário oferece ilustrações da forma dos sinais e do significado desses sinais, permitindo à criança pré-alfabetizada compreender diretamente aquilo que cada sinal representa, sem precisar da mediação da escrita.
A obra inclui também vários capítulos sobre a educação da criança surda e de novas tecnologias para educação e inclusão de surdos e para telecomunicação surdo-ouvinte.
O dicionário foi concebido e executado, no Laboratório de Neuropsicolingüística Cognitiva do Instituto de Psicologia da USP, pelo Professor Dr. Fernando Capovilla e por sua orientanda de mestrado, a psicóloga Walkiria Raphael. O Dicionário Enciclopédico Ilustrado Trilíngüe da Língua de Sinais Brasileira foi revisto e aprovado pela Coordenação Nacional de Cursos de Libras da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (FENEIS).
Encontra-se à venda na Biblioteca do Instituto de Psicologia da USP, à Av. Prof. Mello Moraes, 1721, Cidade Universitária, São Paulo, SP, CEP 05508-900. O valor mínimo dos dois volumes foi fixado pela editora em R$ 180,00 (R$ 90,00 por volume) e toda a renda resultante da venda será administrada pela Fundação de Apoio à USP, com o exclusivo propósito de custear novas publicações do Laboratório de Neuropsicolingüística Cognitiva do Instituto de Psicologia da USP, que desenvolve projetos em benefício da criança surda, paralisada, disléxica, afásica e cega.
O dicionário foi feito a partir do apoio da FAPESP, da Fundação VITAE, e da Brasil Telecom.
  Autor:   Fonte:www.entreamigos.com.br


  Mais notícias da seção Educação no caderno Notícias
12/06/2003 - Educação - Educação bilingue: O melhor para a Comunidade Surda
O Assunto bilingüismo é muito discutido entre a Comunidade Surda, os profissionais da área e os ouvintes interessados. O texto traz essa questão para você refletir....
01/06/2003 - Educação - Formação de intérpretes
O que é ser intérprete da língua de sinais? Como se tornar um deles?...
01/06/2003 - Educação - Cartilhas para crianças surdas
Alfabetização: quanto mais cedo melhor......
01/06/2003 - Educação - MEC reconhece língua de sinais como meio de expressão
Pela primeira vez no país servidores do MEC estão participando de um curso de extensão em Libras. Veja mais na matéria de Suzana Faria....



Capa |  Associações e Escolas  |  Chat  |  Colaboradores  |  Feneis  |  Notícias  |  Serviços
Busca em

  
23 Notícias